Faça Fácil: Enfeite de porta Safari

O tema “safari” é um dos mais solicitados pelas mamães na hora de difinir a decoração do quarto ou da festinha de seus pimpolhos, especialmente se o pimpolho for menino. Não é para menos. Como não se encantar pelos bichinhos pra lá de fofos que fazem parte desse universo? e o melhor de tudo isso, é que há uma infinidade de moldes (cada um mais lindinho do que o outro) disponíveis na Internet. Olha só:elefante001

Zebra

Tigre

molde leaoUm dos artigos que eu mais vendo para minhas clientes, sem dúvida, é o enfeite de porta em forma de guirlanda com os bichinhos da selva. Muitas gente me escreve pedindo que eu ensine o passo a passo, mas, por incrível que pareça, não há segredo nenhum. E eu vou provar. Antes, porém, para quem ainda não conhece o bendito enfeite, é esse aqui ó:

enfeite-de-porta-funny-bichinhosApesar de hoje eu tirar de letra, quando vejo a foto da minha primeira guirlanda, sinto-me até corar diante das imperfeiçoes. Claro, não quero dizer que hoje alcancei a perfeição, longe disso, ainda sinto que dá para aperfeiçoar cada vez mais meu trabalho. Mudar um detalhe aqui, outro ali. E é isso mesmo que faço. Cada nova encomenda sempre sai com uma mudança proposital. De qualquer forma, o que eu quero dizer é que a diferença entre meu primeiro trabalho e o último é gritante. Ainda assim, tenho enorme carinho por ele. Por isso, não se preocupe se você achar que o resultado da sua primeira tentativa não for lá dos melhores. O importante é praticar.

Mas, chega de blá-blá-blá e vamos ao que interessa. Como fazer? primeiramente, vamos à lista de material:

  • Feltro, é claro, nas cores que você (ou o cliente) desejar;
  • Uma guirlanda de isopor (as minhas eu compro na 25 de março, em São Paulo, mas acho que em lojas de artigos para festa também é possível encontrar);
  • Linhas nas cores do feltro usado (leia mais sobre dicas de como escolher a linha AQUI);
  • Plumante para encher os bichinhos, galhos e letras;
  • Manta acrílica para a base (não serve plumante);
  • tesoura; cola; cola quente; agulha;
  • aviamentos diversos (miçangas para os olhos, botõezinhos, fitas etc);
  • Uma argolinha de acrílico para pendurar o enfeite;
  • Molde de bichinhos (no Google Imagens tem de montão);
  • Mode de letrinhas (veja o post que publiquei com os moldes AQUI);
  • Força de vontade e lá vamos nós.

Preparando a base:

A primeira coisa que faço é preparar a base do enfeite. Para isso, recorto tiras com, aproximadamente 6cm de largura (o comprimento pode ser o mesmo do feltro ou da manta) de feltro verde e de manta acrílica. Passo um pouco de cola no isopor e vou encapando a guirlanda com as tiras de manta acrílica até que fique fofinho. Em seguida, cubro com as tiras de feltro verde. Vou enrolando cada tira na guirlanda e quando uma tira acaba, emendo outra usando cola mesmo (procuro deixar a emenda na parte inferior da guirlanda, meio escondidinha, mas você também pode fazê-las nas partes em que sabe que irá esconder com um bichinho ou com o caule do coqueiro, por exemplo).

Montando os bichinhos:

Copie e recorte cada parte do bichinho em papelão ou outro material rígido (eu costumo reaproveitar embalagens de cereal ou outro produto que venha em caixinha). Passe o risco para o feltro duas vezes (cada lado deve ser o inverso do outro, para que as partes se encaixem na hora de montar), recorte e monte o bichinho. Eu costumo cortar todos os enfeites para depois costurá-los e, finalmente enchê-los com plumante. Isso feito, é hora de colocar os acabamentos (costurar os olhinhos de miçanga, colocar botõezinhos nas bochechas ou pintá-las com blush cor de rosa; pregar os lacinhos, etc).

Fazendo as letrinhas:

Escrevi um post, recentemente, com dicas de como fazer as letrinhas. Clique AQUI para conferir.

Montando os coqueiros:

Da mesma forma que fez com os bichinhos, proceda com os coqueiros. Para ajudar, siga o molde abaixo. Para fazer os coquinhos, corte círculos com, aproximadamente 5 cm de diâmetro, costure a borda com alinhavo , coloque uma porção de plumante no meio do círculo e puxe a linha. Se precisar, coloque mais plumante até perceber que conseguiu dar forma ao coco. Você precisará de três bolinhas.

Coqueiro

Fazendo o galho, folhas e flores:

Deixo para fazer o galho por último, depois que as letras do nome da criança estiverem prontas, para ter uma ideia do tamanho que o galho deverá ter. Risco em um papel dois traços paralelos com, aproximadamente, 6cm de largura (o comprimento dependerá da quantidade de letras) e faço dois bicos em cada extremidade, dando forma ao galho. Passo o risco para o feltro marrom e procedo como fiz com os bichinhos. Em seguida, recorto uma porção de folhinhas e flores (se for o caso). Arremato os bicos dos galhos com folhas, usando cola quente.

Experimento as letras, fixando-as no galho com alfinetes. Marco dois pontos por onde quero que o galho seja pendurado à guirlanda e coloco as alças feitas com dois pedaços de fita de cetim ou tafetá verde. Uma ponta de cada fita é fixada na guirlanda e a outra no galho, unindo-os. Colo sobre as fitas, mais uma porção de folhinhas (volte à foto do enfeite e veja como deve ficar). Se você quiser, pode deixar as fitas aparecendo, sem as folhas cobrindo. Também fica charmoso. Agora, basta fixar as letras definitivamente, co a ajuda da cola quente.

Montando o enfeite:

Agora vem a parte mais gostosa, que é montar o enfeite de fato. Antes de fixar definitivamente cada bichinho ou cada coqueiro, prenda-os com alfinetes para ter noção de como ficarão. Assim, se você não gostar do resultado, tem a chance de fazer as modificações necessárias. Quando encontrar a posição ideal, fixe-os com cola quente. Finalize, costurando uma argolinha de acrílico na parte de trás do enfeite que é por onde a  cliente irá pendurá-lo na porta. Está pronta sua guirlanda.

Dicas very importants (rs)!

Como todo trabalho artesanal, essa guirlanda, apesar de não ter segredos, requer tempo, trabalho, dedicação, capricho, além de material, claro, para ficar pronta e linda. Então, nada de sair vendendo por qualquer vintém. Valorize o meu, o seu, o nosso trabalho!

Um mimo lindo e especial como este não pode ser entregue ao cliente de qualquer jeito, né? por isso, capriche na embalagem. Eu forro uma caixa de papelão (pois a maioria das minhas vendas são pela Internet) com duas folhas de  papel de seda branca (tenho medo de que um papel colorido possa manchar a peça) e envio também um cartão com um agradecimento escrito de próprio punho. Uma mensagem especial para cada mamãe, desejando felicidades, especialmente nesse momento tão especial de suas vidas, que é a chegada de um bebê. Reaproveite caixas usadas para enviar suas encomendas. Mas, não se esqueça de encapá-las com papel pardo antes de postá-las nos Correios. Se a entrega for em mãos, você pode optar por sacos de presente arrematados com laço e cartão.

Busque um diferencial para o seu produto. Não saia simplesmente copiando o trabalho dos outros. Inspire-se neles, mas procure sempre dar seu toque pessoal. Isso faz com que seu trabalho se sobressaia em meio a uma porção de cópias que estão à venda por aí. Lembre-se! o cliente que busca um produto artesanal quer justamente algo único e especial. Algo que parece ter sido feito só para ele.

Bem, acho que é só….ufa! espero que tenham gostado e entendido tudo. Como eu disse lá em cima, não fique desapontada se, no início, tudo parecer difícil e as coisas não saírem do jeito que você achou que sairiam. No começo, é assim mesmo. A gente erra, conserta, erra de novo, conserta outra vez  e, quando vê, “PIRLIMPIMIPIM” a mágica acontece.

Um beijo grande e até o próximo post. Ah! e se você curtiu essa publicação ou ela foi útil a você, não esqueça de me deixar um comentário. Como diriam os E.Ts de Toy Story (desenho que por acaso eu amo de paixão) “eu serei eternamente grata”…rs.