Você sabe como colocar preço no seu produto?

Por: Tônia Amanda Paz (a autora permite cópias, desde que seja citada a fonte e criado um link para essa página)

Parte 3: A ANÁLISE DE MERCADO

Na postagem anterior, você aprendeu a identificar o custo do seu produto. Ficou sabendo que o gasto com material é apenas um dos itens que deve ser considerado nessa hora e que nenhuma despesa pode ser deixada de fora da conta, por mais insignificante que possa parecer. Agora, você irá descobrir alguns outros elementos que irão influenciar seus cálculos.

Além dos gastos com materiais, insumos, propaganda, comissões etc (custo do produto), é importante identificar um outro elemento muito importante para a definição do preço do seu produto: o lucro.

Como diz aquele ditado popular “quem trabalha de graça é relógio”, portanto nada mais justo que, depois de ter investido tempo, dedicação e dinheiro em um determinado projeto, você queira ver o resultado desse investimento. Mais uma vez, você pode pensar que esta é uma tarefa fácil. Afinal, basta perguntar a si mesma “quanto eu quero ganhar esse produto?” e a mágica acontece. Mais uma vez, preciso alertá-la de que as coisas não funcionam bem assim.

plantar-dinheiro

Claro, é importante saber quanto se pretende lucrar com o seu trabalho. No entanto, esse valor não pode ser utópico e nem baseado apenas nas suas expectativas. É preciso também levar em consideração uma série de fatores que podem (e vão) influenciar no valor final que você irá cobrar pelo seu produto. É preciso conhecer o que as demais partes “interessadas” no seu produto têm a dizer sobre ele. É preciso fazer uma Análise de Mercado (ainda que simplificada).

Resumidamente, podemos dizer que a análise de mercado é uma estratégia utilizada por empresas que buscam perpetuar-se, através do estudo de uma série de variáveis que permeiam seu ambiente externo e que influenciam, direta ou indiretamente, seu negócio. Em outras palavras, ela permite que a empresa conheça de perto o ambiente onde o seu produto/serviço se encontra (mercado), identificando oportunidades ou crises e buscando as melhores estratégias para seguir em frente nessa verdadeira “roda-viva”.

Basicamente, o mercado está composto pelo ambiente onde a empresa e produto se localizam, pela concorrência e pelo perfil do consumidor. Na próxima postagem, você saberá como esses 3 elementos podem influenciar na definição do preço do seu produto e, consequentemente, no lucro que ele pode lhe proporcionar.

Leia as outras postagens sobre o assunto, clicando nos links abaixo:

Abraços e até o próximo encontro.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s