Vem aí a Mega Artesanal 2013: Você vai?

Mega_Artesanal

LOCAL:
Centro de Exposições Imigrantes
Endereço: Rod. Dos Imigrantes, Km. 1,5 – São Paulo
Telefone: 11 5067-6767

HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO DA FEIRA:
02 de julho – Dia especial para o lojista – de 11h às 19h
03 a 06 de julho – de 11h às 19h
07 de julho – de 11h às 17h

VALOR DO INGRESSO
Inteira: R$ 14,00 / Meia entrada: R$ 7,00.
Ingressos meia entrada só serão vendidos na bilheteria da feira mediante comprovação.
CLIQUE AQUI e compre seu ingresso antecipado.
ATENÇÃO: Menores de 12 anos não terão acesso à feira, mesmo que acompanhados pelos seus responsáveis.
Mais Informações no site oficial do evento: clique AQUI.
Stands que, com certeza, eu vou querer visitar: We Care About, Toke & Crie, Feltros Santa Fé.
stories.mega-artesanal.galeria.IMG_9731_mgk-is-194
stories.mega-artesanal.galeria.IMG_9764_mgk-is-194
stories.mega-artesanal.galeria.IMG_9744_mgk-is-194
Vambora lá minha gente!!!!!!!!

Faça fácil: Edição de fotos on line

Se você é artesã e está começando agora a vender suas peças na Internet, saiba que uma boa foto pode alavancar suas vendas e chamar a atenção do cliente para o seu produto.

Mas, se você é como eu e ainda não tem uma câmera bacana para fazer fotos com cara de capa de revista e nem sabe mexer muito bem com programas megamirabolantes de edição de imagens, vai amar a dica que eu tenho para te dar: pixlr-o-matic.

O pixlr-o-matic é um editor de imagens on line, isso é, você não precisa baixar o programa no seu computador para usá-lo, basta acessar o link e pronto. O programa tem efeitinhos superfofos. Eu, particularmente, adoro o efeito “melissa”, que deixa a foto meio embaçadinha, como vocês podem ver aqui ó:

Antes e depois usando pixlromaticO programa também permite colocar na foto efeitos vintage pra lá de divertidos, como o “stop”, usado na foto abaixo:

Efeito vintage usando pixlromaticOu, se você preferir, pode apenas colocar uma moldura bem bonita na sua foto:

Foto com moldura usando pixlromaticE então, gostou da dica? so…bora praticar lá no site pixlr-o-matic.

Você sabe como colocar preço no seu produto?

Por: Amanda Paz – Funny Amandita (a autora permite cópia deste post, desde que citada a fonte e anexado um link para essa página).

Parte 4 – A INFLUÊNCIA DO MERCADO NO PREÇO DO SEU PRODUTO

Como vimos na postagem anterior sobre o assunto, a análise de mercado é uma ferramenta muito importante para o sucesso de um empreendimento. Através dela, podemos colher informações preciosas que poderão nos auxiliar na boa gestão do nosso negócio. Ao definirmos o preço do nosso produto, portanto, precisamos, também, nos valer desta ferramenta.

Basicamente, o mercado está composto pelo consumidor,  fornecedor e concorrência (claro que  essa é uma visão limitada do mercado pois, ao redor do seu negócio, há muitos outros elementos agindo, influenciando e sofrendo influência: a economia, o clima, o calendário, por exemplo). Mas, entendendo como esses 3 elementos básicos podem influenciar na definição do preço de um produto, já é meio caminho andado. A lógica para compreender os outros fatores é semelhante:

Consumidor: Se você está na etapa de definição do preço do seu produto é porque já definiu, anteriormente, qual seu público-alvo, certo? Portanto, certamente deve ter feito um levantamento prévio sobre seu cliente:

  • Quem comprará o seu produto? homem, mulher, jovens, adultos, turistas etc.
  • Por que comprar o seu produto? qualidade, preço, inovação, beleza etc.
  • Como comprará o seu produto? pessoalmente, à distância, à vista, a prazo, com dinheiro, com cartão etc.
  • Com que frequência comprará seu produto? esporadicamente, frequentemente, raramente etc.

Conhecendo o seu público alvo fica mais fácil saber se ele estará disposto a pagar o preço que você deseja cobrar pelo seu produto. Se seu cliente prima pelo produto diferenciado, acabamento de primeira, certamente ele não se importará em pagar mais por isso, desde que o preço lhe pareça justo. Se você não fez essa pesquisa inicial sobre o perfil do seu cliente, faça-o já.

Fornecedor: Elemento tão essencial quanto o consumidor para o sucesso do seu negócio, o fornecedor deve ser seu grande parceiro. A fidelidade a um fornecedor pode até ter suas vantagens, como a oferta de condições especiais de pagamento mas, por outro lado, pode se revelar um grande risco. Já pensou descobrir que seu fornecedor não poderá lhe entregar em tempo o material necessário para aquela mega encomenda de um cliente preferencial? dá medo só de imaginar, né?

O ideal é manter uma boa relação com os principais fornecedores do seu ramo no mercado. Quando encontrar algum material que você costuma utilizar com frequência a um preço muito bom, não pense duas vezes: faça estoque. Conseguir bons preços com seus fornecedores fará com que você consiga baixar o preço final do seu produto, promover descontos atraentes para conquistar e fidelizar clientes ou, melhor ainda, aumentar seu lucro.

Concorrência: Seus concorrentes são aquelas pessoas ou empresas que atuam no mesmo ramo de atividade que você. Estudá-los é fundamental para a sobrevivência do seu negócio, pois você será capaz de identificar as deficiências e as vantagens dela e determinar os possíveis pontos fracos e fortes do seu produto/serviço, a fim de melhorá-lo. Claro que, para isso, você precisa ter identificado, previamente, seus principais concorrentes.

Uma boa forma de analisar seus concorrentes (depois de tê-los identificado) é estabelecer critérios de comparação entre o negócio deles e o seu. Um começo é responder as perguntas abaixo.

  • De que maneira o produto ou serviço pode ser comparado ao do concorrente? ele é parecido com o seu? em que? ele é diferente do seu? em que? 
  • Seu concorrente responde rapidamente a mudanças? está sempre colocando novos produtos à venda?
  • Qual é a estratégia de preço do concorrente
  • Quais pontos fracos e fortes da concorrência você pode explorar a fim de conseguir um produto diferenciado?
  • Como é seu preço em relação ao do concorrente?

Uma vez conhecidos esses 3 elementos e a forma com que eles se relacionam com o seu negócio, você conseguirá identificar se o preço que tenciona cobrar por seu produto está de acordo com o mercado, isso é: se o preço do seu produto compensa os custos para produzi-los; se proporciona um lucro satisfatório; se condiz com o preço que seu concorrente está cobrando pelo mesmo produto e, finalmente, se o seu cliente está disposto a pagá-lo.

PREÇO DO PRODUTO = CUSTOS COM O PRODUTO + LUCRO PRETENDIDO  (lembrando que essa é uma fórmula minimalista para se calcular o preço de um produto, mas que pode ser uma boa solução para o nosso tipo de negócio, como já expliquei anteriormente em outra postagem sobre o assunto. Para saber como identificar os custos de um produto, leia a parte 2 dessa postagem, clicando no link que está no final desse texto).

Atenção!

A análise de mercado é uma ferramenta que pode e DEVE ser utilizada sempre que você precisar fazer alguma modificação em seu negócio (colocar um novo produto à venda, alterar o preço de um produto, investir em melhorias, expandir o negócio etc). Leia as postagens anteriores sobre o assunto “Como calcular o preço do produto”, clicando nos links abaixo:

Espero que tenham gostado. Abraços e até o próximo post.

Faça Fácil: Cartucho de Doces

O Passo a Passo de hoje vem lá do site Style Me Pretty Living. Fiquei encantada com a delicadeza e a simplicidade do trabalho, por isso resolvi compartilhá-lo aqui no blog. Sem falar que é uma ideia mega fofa para servir em uma mesa de guloseimas em festinhas de aniversário, ou, como nas fotos originais, mimar seus convidados em um evento mais sofisticado, como um jantar de bodas.

Candy-Poppers-8

Você vai precisar de:

  • Rolos de papel toalha;
  • Papel crepom;
  • Fita dupla face;
  • Tesoura;
  • Cartolina;
  • Caneta;
  • Fitas (cetim, soutache, fio encerado…o que tiver em mãos).

Passo a Passo Siga as Fotos:

Candy-Poppers-3

Candy-Poppers-5

Candy-Poppers-7

Fofo, não é mesmo? eu achei.

Espero que tenham gostado da dica.  Beijos e até a próxima.